NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
CIDADES
Domingo, 13 de Setembro de 2020, 09h:50

CRISE DA PANDEMIA

Restaurante vegetariano mais antigo de Cuiabá fecha as portas

Família Moura diz que "não poderia continuar com instalações físicas diante da crise gerada pela pandemia

ALECY ALVES
Da Reportagem
Divulgação
O fluxo de clientes não passa de 15% em relação ao anterior ao novo coronavírus

A direção do Ki-Nutri, um restaurante que há 18 anos funciona na Avenida Getúlio Vargas, no "coração" de Cuiabá, anunciou que está fechando as portas, encerrando suas atividades no próximo dia 25.

Em um comunicado divulgado nas redes sociais, a família Moura, proprietária do restaurante, escreve que "não poderia continuar com instalações físicas diante da crise gerada pela situação de pandemia".

Em um trecho do informativo a direção expressa agradecimento e gratidão aos clientes e funcionários e diz que continuará apoiando e valorizando a alimentação vegetariana saudável.

"Estamos encerrando nossas atividades no formado de restaurante com espaço físico, porém continuaremos fornecendo alimentação saudável(marmita) sob encomenda", acrescenta outro trecho.

No final do mês passado, em entrevista ao DIÁRIO, a proprietária e chefe de cozinha Zenir de Moura informou que estava reabrindo o restaurante depois de quatro meses fechadas por causas das restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

Mas, reclamava ela, o fluxo de clientes não passava de 15% em relação ao anterior ao novo coronavírus.

Zenir contou que já havia sido obrigada a demitir seis funcionários por causa da crise econômica, permanecia com apenas dois, e mesmo assim as contas não estavam fechando.

Ela incrementava as atividades produzindo e vendendo pães, castanhas, queijos e outros produtos veganos e vegetarianos.

Vegetariana desde os 18, Zenir de Moura avalia o que faz, produzindo, oferecendo e consumido, é algo futurista, mas precisa de dinheiro para se manter.

"O que fizerem com o mundo, especialmente com a chegada dessa pandemia introduzida pela china, tornou nossas atividades inviáveis", reclamou. Há 36 anos, Zenir pesquisa e cria pratos à base de vegetais.

No início, para consumo próprio, depois para a família, amigos e mais tarde em seu restaurante, onde oferece dezenas de combinações, incluindo 8 pratos quentes e 10 de saladas.

Lá tem, agora só até o dia 25, uma feijoada diferente, com feijão, claro, e proteínas do trigo, abóbora cabotiã, berinjela, entre outros ingredientes.

Zenir só não considera seu restaurante vegano por que, segundo ela, ainda comercializa o mel, único alimento de origem animal presente no local.  


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
MT terá eleições simultâneas para vereador, prefeito e senador? Você já escolheu seus candidatos?
Sim
Não
Vou anular os votos
Nenhum dos candidatos presta
PARCIAL