NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 24 de Janeiro de 2021
CIDADES
Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021, 17h:45

VÍRUS SEM CONTROLE

Em 24h, são 1.247 novos casos e 14 mortes causadas pela Covid-19

A taxa de ocupação está em 63,28% para UTIs e em 33% para enfermarias adulto. Já são 4.708 mortes

Da Redação
Secom-MT
Os números mostram um acréscimo em relação à média nacional, nos casos da doença

Nas últimas 24 horas, a Secretaria de Saúde notificou 1.247 novas confirmações de casos de coronavírus em Mato Grosso.

Nesse mesmo período, foram registradas 14 mortes causadas pela doença no Estado.

A taxa de ocupação está em 63,28% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias adulto.

Até a tarde desta terça-feira (12), a Secretaria de Saúde notificou 192.353 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (43.010), Várzea Grande (13.157), Rondonópolis (13.024), Sinop (10.286), Sorriso (8.519), Tangará da Serra (8.472), Lucas do Rio Verde (7.951), Primavera do Leste (6.026), Cáceres (4.471) e Nova Mutum (4.041).

No total, até agora, são 4.708 mortes causadas pelo coronavírus no Estado.

Dos 192.353 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.198 pessoas estão em isolamento domiciliar e 179.531 estão recuperadas.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 255 internações em UTIs públicas e 288 em enfermarias públicas.

Um total de 160.270 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT).

Atualmente, restam 482 amostras em análise laboratorial.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Qual deve ser a prioridade do 2º mandato do prefeito Emanuel Pinheiro?
Melhorar o transporte coletivo
Tornar a Saúde Pública acessível a todos
Ampliar a Assistência Social
Educação para todos
PARCIAL