NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 12 de Abril de 2021
CIDADES
Quinta-feira, 04 de Março de 2021, 15h:15

DESCONTROLE

Avanço da pandemia suspende de novo as cirurgias eletivas

Até o fim de 2020, havia mais 23,8 mil pessoas na fila da Central de Regulação, aguardando por uma cirurgia

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
Divulgação
Cirurgias eletivas voltam a ser suspensas em Cuiabá, com avanço da pandemia

Após um ano de pandemia e com o descontrole da propagação do novo coronavírus, as cirurgias eletivas ou que podem ser postergadas voltaram a ser suspensas em Cuiabá.

A interrupção dos procedimentos consta no decreto municipal nº 8.340/2021 que dispõe sobre as ações sanitárias na Capital e anunciada na terça-feira (2) pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

O documento estabeleceu a suspensão dos agendamentos, atendimentos ambulatoriais e dos procedimentos médicos, todos de caráter eletivo, nas unidades de saúde do município.

Contudo, a medida “não alcança procedimentos eletivos considerados essenciais pelo alto risco de provocar piora do quadro clínico, nas especialidades de cardiologia, urologia, oftalmologia, oncologia e nefrologia, além das cirurgias inadiáveis pós-traumáticas”.

A reportagem do DIÁRIO solicitou à Secretaria Municipal de Saúde a atualização da quantidade de pacientes na fila de espera por um procedimento eletivo, mas não obteve um retorno.

Dados mais recentes apontam que, até o fim do ano passado, havia mais 23,8 mil pessoas na fila da Central de Regulação, aguardando por algum tipo de cirurgia.

As determinações previstas no decreto começaram a vigorar ainda na quarta-feira (3) e seguem até 21 de março, podendo ser objeto de prorrogação.

Com 26 artigos, o documento traz, entre outras, a autorização do toque de recolher das 21 às 5h, na Capital.

Determina ainda que durante a vigência do presente decreto, a suspensão dos eventos em casas de shows e boates, bem como as atividades em quadras poliesportivas e atividades coletivas em parques e praças.

“É preciso que tenhamos prudência em um momento de crescimento dos casos, mas as medidas severas precisam atingir, principalmente, aos que deixam de cumprir a legislação, que promovem aglomerações, que agem sem o mínimo de pudor a dor de tantas famílias”, disse o prefeito.

Além disso, o decreto municipal impõe medidas mais restritivas para os bares, restaurantes e congêneres, que deverão funcionar das 11h às 22 horas. Já o horário de atendimento para as padarias, lanchonetes, açougues, sorveterias, cafeterias e congêneres será de 6h30 às 19h (segunda-feira a domingo).

Com relação as atividades do comércio varejista nos shopping centers, o horário do atendimento ao público será das 10h às 19h.

Já o funcionamento do Shopping Popular de Cuiabá, ficou determinado o horário de funcionamento das 8h às 18h, sendo vedado a abertura aos domingos e feriados.

Os supermercados e congêneres devem abrir as portas das 6h às 19h (de segunda a domingo).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você é a favor das medidas restritivas contra a Covid em MT?
Sim
Não
Em parte
As medidas deveriam ser mais duras
PARCIAL