NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 30 de Maio de 2020
BRASIL
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018, 18h:55

Pezão diz que só emprego 'ganha a guerra da segurança'

FELIPE BÄCHTOLD
Da Folhapress – Itaguaí
Ao lado do presidente Michel Temer, o governador do Rio Luiz Fernando Pezão (MDB) disse ontem, que o governo federal está sendo "parceiro" do Estado e afirmou que o Rio "precisa muito é de emprego". "A gente só ganha a guerra da segurança pública com a carteira assinada de trabalho", disse o governador. Pela segunda vez nos últimos dias, Temer esteve no Rio de Janeiro, Estado que está sob intervenção federal na área da segurança. Ele participou em Itaguaí (litoral fluminense) da entrega de uma etapa da construção de um submarino feito em parceria com a França. Pezão, em discurso, lembrou que passou horas em reunião com o presidente para tratar da intervenção e disse que as Forças Armadas atuam para vencer a "chaga do combate à droga". Temer visitou as obras de um submarino no complexo naval de Itaguaí e não deu entrevistas. Ele fez, na cerimônia, um rápido discurso, no qual deu uma única referência à intervenção no Rio. Disse que o governo obteve avanços em termos de progresso "e em termos de ordem, que nós estamos procurando". MARINHA O comandante da Marinha, Eduardo Bacellar Leal Ferreira, também esteve na solenidade. Questionado por jornalistas sobre o papel da corporação na intervenção federal, disse que a Marinha continuará atuando em operações no âmbito da GLO (Garantia de Lei e Ordem), com fuzileiros navais e com embarcações na baía de Guanabara. Mas disse que as iniciativas que integram a intervenção federal na Secretaria de Segurança Pública são de responsabilidade do Comando Militar do Leste e que a Marinha não tem participação direta.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.





ENQUETE
Como você vê a decisão da Prefeitura de Cuiabá de prorrogar o isolamento social?
A medida do prefeito é acertada
Poderia ser mais flexível em alguns setores
Só precisa a população se conscientizar mais
Tanto faz
PARCIAL