NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 02 de Junho de 2020
ARTIGOS
Terça-feira, 19 de Maio de 2020, 09h:39

LÚDIO CABRAL

A evolução da Covid-19 em MT

Infelizmente, nos últimos dias, a velocidade de crescimento de casos está aumentando

Cálculos têm sido feitos por especialistas e estudiosos para projetar possíveis cenários para evolução da pandemia da covid-19. Mas por que essas projeções são tão importantes? 

Por uma razão simples: os números oficiais de hoje dizem respeito aos contágios ocorridos 14 dias atrás, em média. Portanto, tudo o que acontece hoje terá reflexo no cenário da epidemia daqui a 14 dias. Assim, o planejamento e a ação de hoje só têm sentido se tiverem como base a realidade projetada para daqui a pelo menos 14 dias. 

A curva epidêmica da Covid-19 teve a sua velocidade de crescimento reduzida nas primeiras semanas em Mato Grosso porque começamos bem cedo o isolamento social, quatro dias após a confirmação oficial do primeiro caso no estado. No Brasil, as medidas de isolamento se iniciaram 21 dias após o primeiro caso. E, quanto mais precoce o isolamento social, maior o seu efeito e os seus benefícios.

Importante dizer ainda que os números oficiais representam apenas uma amostra do número real de casos, já que os testes laboratoriais diagnósticos estão sendo realizados apenas nos casos mais graves

Em Mato Grosso, saímos de uma taxa de crescimento semanal no número de casos da covid-19 de 80% na primeira semana de abril para 28% na primeira semana de maio, mesmo mantendo um isolamento social limitado a aproximadamente 40% da população.

Infelizmente, nos últimos dias, a velocidade de crescimento no número de casos está aumentando, tendo alcançado a taxa de 35% semanal no último domingo (10 de maio).  

Na condição de médico sanitarista, produzi um modelo simples de análise que nos permite projetar o número de casos e a situação da pandemia nas próximas semanas e meses, na dependência e sempre atualizados a partir da taxa de crescimento dos números oficiais anteriormente observada. 

É por esse modelo que projetamos quase 30 mil casos oficiais até o final do mês de julho, isso considerando a taxa média de crescimento diário calculada com base nos números oficiais de 4 a 10 de maio. 

Importante dizer que, como a epidemia apresenta crescimento exponencial, uma variação pequena na taxa de crescimento agora produz efeito significativo no futuro, para mais ou para menos. E essa variação para mais ou para menos decorre da ação humana, individual ou coletiva. Especialmente do isolamento social.  

Importante dizer ainda que os números oficiais representam apenas uma amostra do número real de casos, já que os testes laboratoriais diagnósticos estão sendo realizados apenas nos casos mais graves. 

E tudo isso em meio à mais absoluta descoordenação das ações no âmbito federal. A saída de mais um ministro de saúde é exemplo disso e apenas a ponta do iceberg desse absurdo comportamento do governo federal diante da pandemia. 

LÚDIO CABRAL é médico sanitarista e deputado estadual pelo PT.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.





ENQUETE
Você acha que a Prefeitura acertou ao liberar a reabertura de shopings, bares e restaurantes?
É uma decisão acertada
O prefeito foi pressionado por empresários
Quem vai dizer são os consumidores
Tanto faz
PARCIAL