NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 12 de Abril de 2021
ARTIGO
Segunda-feira, 05 de Abril de 2021, 07h:52

EDUARDO PÓVOAS

A nostálgica Cuiabá

O futuro bate a porta da maioria dos cuiabanos. Não deixe a sua fechada quando for chamado

Sempre que encontro com um amigo de infância, lembramos dos dias maravilhosos que passamos na nossa juventude pelas ruas e praças da nossa querida Cuiabá.

Não só pelas ruas e praças, mas também nos salões dos Clubes Feminino, Dom Bosco, Náutico e Antonio João.

Era uma Cuiabá limpa, sem crimes, sem assaltos, poética que tinha filhos ilustres que lhe davam a prerrogativa de ser berço da cultura estadual.

Claro, isso é coisa do passado, coisa de uma cidade provinciana de 80 mil habitantes diferente de uma capital com quase um milhão.

Feliz de nós que tivemos a oportunidade e o prazer de nela sairmos de manhã com nossos estilingues, à caça de pombas e rolinhas.

Feliz de nós que pegávamos nossas bicicletas, enfrentando a poeira desconcertante do Pico do Amor, a caminho do rio Coxipó

Feliz de nós que pegávamos nossas bicicletas, enfrentando a poeira desconcertante do Pico do Amor, a caminho do rio Coxipó.

Saudade de um rio cristalino com aguas puríssimas onde passávamos horas dentro de seu leito.

Bem que o poder público poderia pensar na possibilidade de entregar á população, revigorado, limpo e puro, esse que foi uma das maiores diversões do cuiabano.

O rio Sena, que divide a cidade de Paris, depois de totalmente poluído, graças ao poder público, está totalmente revigorado, que hoje com praias artificiais, voltou a fazer parte das atrações turísticas da maravilhosa capital francesa.

Guardada as devidas proporções, precisamos olhar com carinho para o nosso rio Coxipó, lendário e que fez parte de nossas vidas.

Que bom se a gurizada pudesse ir para a porta do Cine Teatro Cuiabá trocar gibis e depois assistir a um far West ao invés de assistir as imoralidades que a telinha apresenta hoje. 

Que bom se a juventude ao invés de ficar horas a fio assistindo um Big Brother, pudesse ir para a praia do Clube Náutico, assar uma carne e jogar futebol, sonhos e realidades que fizeram parte de alguns privilegiados, como eu,  que nesta terra viveram.

Brigas para restaurar estas e outras páginas que fizeram parte da vida de muita gente, é a que gostaríamos de assistir entre os nossos políticos.

Pensemos na possibilidade de se viver em uma cidade justa, moderna e que ofereça melhores condições de vida a seus habitantes.

O futuro bate a porta da maioria dos cuiabanos. Não deixe a sua fechada quando for chamado.

Permita-lhe fazer parte desse sucesso.

Nestas linhas, um cuiabano inveterado tenta expressar a sua paixão pela capital verde.

Parabéns, Cuiabá!

EDUARDO PÓVOAS é odontólogo em Cuiabá , com pós-graduação pela UFRJ.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você é a favor das medidas restritivas contra a Covid em MT?
Sim
Não
Em parte
As medidas deveriam ser mais duras
PARCIAL