CARNAVAL

A guerra das estrelas na avenida

SÍLVIO BARSETTI
Da Agência Estado - Rio

Sai Caco Antibes, entra Ojuobá. Para desfilar no sambódromo fantasiado como um dos destaques do enredo da União da Ilha do Governador, o ator Miguel Falabella andou tomando algumas injeções na barriga, a fim de queimar a gordura localizada. ``Quero estar com tudo em cima quando o carro abre-alas cruzar a Passarela do Samba'', disse o ator, que desfilará apenas com um tapa-sexo e cinco penas de faisão de dois metros na cabeça, representando Ojuobá aos olhos da câmera do francês Pierre Verger. Além dele, muitos outros atores, a maioria globais, vão desfilar no carnaval.
A apresentadora Ana Maria Braga vai sair de Evita na Unidos da Tijuca, acompanhada de seu marido, Carlos Madrulha, que desfilará fantasiado de Chê Guevara. Luisa Brunet, a Teresa da novela ``Anjo Mau'', promete sair de maiô cavadão na Imperatriz Leopoldinense e mostrar ``um pouco mais do que o de costume'', justificando o enredo futurista ``Quase no Ano 2000''. Sua colega Suzana Vieira, a Branca de ``Por Amor'', será a madrinha da ala dos artistas da Grande Rio, comandando um grupo de mais de 80 atores e atrizes, entre eles Mônica Fraga e Giovana Antonelli, que sairão na ala Pomba da Paz. A pedido do Movimento dos Sem-Terra, a apresentadora Débora Rodrigues foi barrada nessa escola, que homenageará o líder comunista Luiz Carlos Prestes.
Vera Fischer foi convidada para sair na escola Em Cima da Hora, do grupo de acesso, mas ainda não confirmou sua presença, enquanto Suzana Werner depende do OK, de seu namorado Ronaldinho. Mas o time de estrelas estará bem representado. Cláudia Mauro, a Lisa de ``Por Amor'', desfilará na escola Porto da Pedra, como a madrinha da bateria, e avisa que estará ``bem à vontade'', com uma coreografia especial.
Uma das alas da Caprichosos de Pilares, que desfilará com o enredo ``Negra Origem, Negra Pelé, Negra Bené'', terá como destaques Carlos Machado, o Capitão Cavalcanti da novela ``Mandacaru'', e as atrizes Camila Pitanga, Isabel Fillardis e Thaís Araújo. ``Também devo brincar na Unidos da Tijuca'', avisa Thaís.
Daniele Winits, a bela Alicinha de ``Corpo Dourado'', já garantiu presença na Unidos do Cabuçu, do segundo grupo, como madrinha da bateria. Na Mangueira, que presta uma homenagem a Chico Buarque, um dos convidados especiais é o apresentador Carlos ``Ratinho'' Massa, da Record. Adriane Galisteu e a globeleza Valéria Valenssa saem na Portela. Valéria deveria desfilar pela Caprichosos de Pilares, mas foi substituída pela cantora Elza Soares.
O TCHAN DA MOCIDADE - Carla Perez, a loira do grupo ``É o Tchan'', foi assediada por várias escolas, mas decidiu desfilar pela Mocidade Independente de Padre Miguel - que também contará com o apresentador Gugu Liberato - na ala dos pagodeiros. Para evitar o assédio dos fãs, Carla será protegida por quatro seguranças desde a concentração até a dispersão do desfile.
A Beija-Flor deverá concentrar o maior número de famosos, com seu enredo ``Pará, o Mundo Místico dos Caruanas nas Águas do Patu-Açu''. Norton Nascimento, Rosamaria Murtinho, Lúcio Mauro, Jorge Lafond, a escritora Rachel de Queiroz e as cantoras Fafá de Belém, Jane Duboc e Leila Pinheiro têm presença garantida. Já a apresentadora Eliana preferiu ficar em São Paulo, onde desfilará pela Vai-Vai, que este ano homenageará o piloto Ayrton Senna. (Colaborou Rosângela Marques)


Emissoras apostam nos desfiles e bailes de carnaval

ANA PURCHIO
Da Agência Estado - São Paulo

O folião que preferir curtir o carnaval da poltrona de sua casa terá várias atrações além dos já tradicionais desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo. Apesar de não diversificarem muito a programação de ano para ano, a Globo e a Manchete continuam investindo tudo na transmissão diretamente dos respectivos "sambódromos". A emissora de Roberto Marinho começa sua programação carnavalesca no sábado, dia 21. A partir das 21h40, ela transmite o desfile das escolas de samba paulistanas, do Grupo Especial, que entram ao vivo do Sambódromo de São Paulo. Os desfiles varam a noite e terminam às 8h10 do domingo, dia 22.
A partir das 22 horas do domingo é a vez das escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro, com transmissão direta da Marquês de Sapucaí. A Manchete também transmite o desfile, mas a partir das 18h30. Na segunda, dia 23, vai ao ar a segunda parte do desfile carioca, às 23h40. A Manchete começa a exibir também às 18h30.
Na Quarta-feira de Cinzas, dia 24, é dia da apuração da escola vencedora em São Paulo, às 10 horas, e no Rio, às 15h30. Tanto a Globo como Manchete transmitem os resultados. E no sábado, dia 28, a Globo e a Manchete exibem o desfile das escolas vencedoras de São Paulo e Rio, mas em horários diferentes. A Globo exibe a partir das 11 horas e a Manchete a partir das 20 horas.
CONCURSOS DE FANTASIAS NA MANCHETE
A Manchete vai mais além no carnaval. Uma semana antes, no domingo (dia 15), às 23h30, ela apresenta a segunda parte do "Botequim do Samba", com Martinho da Vila no Bebericando e recebendo convidados especiais e Jorge Aragão conversando com os compositores das escolas de samba. De 20 a 25 de fevereiro a emissora transmite os principais concursos de fantasia como o de Friburgo (às 23h45 do dia 20), o do Hotel Glória (às 19h30, do dia 21), o de São Gonçalo (às 16h30, do dia 23), o do Terraço Rio Sul (às 16h30, do dia 24) e do Metropolitan (às 13 horas, do dia 25). As fantasias campeãs serão escolhidas dia 26, a partir das 13 horas. A Manchete não poderia deixar de transmitir também os principais bailes como o da Ilha Porchat Clube, de São Paulo, dia 14, à meia-noite; e os tradicionais bailes cariocas: Vermelho e Preto, à 00h45, do dia 20; Baile da Cidade, à meia-noite do dia 21, e Scala Gay, às 22h45 do dia 24.

"NO CARNAVAL VIRO MULHER"
A Bandeirantes optou por uma programação normal, mas o programa de Silvia Poppovic trará nos dias 20 e 24 temas carnavalescos. Na sexta, "Vou Sair Nua No Carnaval", contará com a modelo Luíza Ambiel, da famosa banheira do programa de Gubu Liberato e, se a Globo liberar, a mulata Globeleza Valéria Valenssa. Na terça, dia 24, o tema é "No Carnaval Viro Mulher", com a participação de um dos diretores do bloco "Das Virgens de Olinda", o carnavalesco Souto Maior Júnior.
A CNT/Gazeta preparou um especial carnavalesco para ir ao ar na sexta, dia 20. "Samba-Sampa" é uma mesa-redonda, que começa ao meio-dia, tem apresentação de Alberto Helena Júnior e direção de Vagner Matrone. Vários convidados especiais falam sobre as obras de compositores como Adoniran Barbosa, Geraldo Filme e Paulo Vanzolini. E, na Avenida Paulista, a emissora instala uma câmera aberta para conversar com o público e ainda exibe no mesmo programa imagens de arquivo como uma entrevista com Paulo Vonzolini e o grupo Os Demônios da Garoa.


MALHAÇÃO

"Malhação" ganha novos personagens e formato em 98

SÔNIA APOLINÁRIO
Da Agência Estado - Rio

Cássia Linhares e Rodrigo Faro são os novos "rostos" de "Malhação". Em torno deles é que vai girar a maior parte das histórias da versão 98 do programa. Folhetim, ação e música serão os principais suportes para as tramas. As participações especiais de grandes atores da emissora e de músicos estão garantidas. Para o primeiro capítulo, que estréia dia 30 de março, foi convidado o rapper Gabriel, o Pensador.
O diretor Ignácio Coqueiro - que será o responsável pelos 20 primeiros capítulos - informou que a narrativa do programa será rápida ao estilo do velho "Armação Ilimitada". Os cortes lembrarão a linguagem dos quadrinhos e haverá muitas brincadeiras com divisões de telas e usos de efeitos eletrônicos. Vinhetas feitas em película de 35 e 16 mm serão usadas para marcar passagens de tempo. "Não se trata de sofisticação, mas um novo método de trabalho", disse Coqueiro. "O programa não poderá contar simplesmente histórias de personagens, mas acompanhar tendências".
A academia de ginástica, onde o programa era ambientado, agora é apenas mais um cenário. Uma produtora de vídeos, a praia, um bar e um barco são os outros locais onde os 18 personagens fixos transitarão. Os dez primeiros capítulos terão como objetivo criar a história principal. Mostrará como Bruno (Rodrigo Faro) e Alice (Cássia Linhares) se conhecem e decidem montar uma produtora de vídeos de esportes radicais. Alí, ele trabalhará como câmera e ela como repórter e farão o gênero apaixonados-que-se-detestam como no seriado "A Gata e o Rato". Na produtora irá trabalhar o paraplégico Puruca (Caio Junqueira), um fera em computadores.
Puruca é ex-funcionário de Milton (Francisco Milani), dono de uma outra produtora e famoso pelo seu grande mau-humor. Ele, junto com Danilo (Ariel Coelho), o novo dono da academia de ginástica; Tatui (Jonas Bloch) que mora em um barco e Dulce (Totia Meirelles), a dona do bar Radical são os responsáveis pelo tom de comédia do programa. Todos paqueram a ativa Dulce.
Também estão no elenco Juliana Baroni (Cacau, uma adolescente que vai engravidar), Daniela Valente, Hugo Gross, Jonas Torres e Mariana Moura, de 10 anos. Atores com média de 20 anos serão os lançamentos do programa: Luiza Mariani, Aldri D'Anunciação, Bruno Gradin, Mário Frias e Diego Codazzi.
Para evitar que a praia de "Malhação" lembre a praia de "Corpo Dourado", Coqueiro escolheu como locação uma reserva do Exército, na Restinga da Marambaia, (zona oeste) onde o presidente Fernando Henrique Cardoso descansou no final do ano. O local é arborizado por cazuarinas. "Nossa praia é fresca e não árida como a da novela", disse Coqueiro. Como o local é deserto, a produção do programa está "vestindo" a praia com redes de volei, um galpão para alguel de pranchas de surfe e barracas. "O Exército nos deu todo o apoio", afirmou o diretor.


ENTREVISTA

Patrícia de Sabrit vira "Pérola" , no SBT

MERA TEIXEIRA
Da Agência Estado - São Paulo

A atriz Patrícia de Sabrit passou por grande uma transfomação para poder participar das gravações da novela "Pérola Negra", prevista para estrear em março, no SBT. Ela ficou irreconhecível para interpretar o papel de uma orfã que mora em um internato inglês. A história, assinada pelos argentinos Gabriel Corrado e Andrea Del Boca, começa com o abandono de uma criança num colégio. Drama e humor fazem parte do perfil de Pérola.
Aos 23 anos, a atriz e apresentadora do "Walking Show" do CNT/Gazeta, acumula cinco de carreira. Ela estreou na Globo em 93, na novela "Olho no Olho", e já participou de alguns episódios de "Você Decide", além de ter feito novelas como "Malhação", "Colégio Brasil" (SBT) e "A Filha do Demônio"(Record). No teatro fez as peças "Se Você Me Ama" e "Namoro". Antes, já era conhecida das colunas sociais, ao lado da mãe, a socialite Marina de Sabrit.

AGÊNCIA ESTADO - Como você avalia esse novo trabalho?

PATRÍCIA DE SABRIT - A Pérola é uma personagem que me possibilita várias coisas. São diversos temas que acabaram me envolvendo. No começo, ela é muito infantil, mas não ingênua. É uma malandra. Nunca teve namorado, e é muito alto astral. Mora num internato inglês, muito chique e possui 22 pérolas deixadas pela família, que ela usa para pagar os estudos. Ela tinha tudo para ser triste, mas é feliz porque tem uma boa índole. Pérola é amiga de Eva (Vanessa Spíndola) que já não é tão de bem com a vida. Ela perdeu os pais e foi abandonada pela avó no internato. Como as duas têm histórias parecidas, acabam ficando muito amigas.

AE - Como é viver uma protagonista?

PS - É uma responsabilidade grande. A novela tem poucas personagens e toda história se passa em torno de Pérola. Estou trabalhando pra caramba...(risos).

AE - A Pérola vai mudar de identidade?

PS - Quando minha personagem completar 22 anos, sairá do colégio com a 22ª pérola, que será suficiente para sobreviver por mais um tempo. Ela e a amiga voltam para a capital paulista e no meio do caminho sofrem um acidente de carro e a Eva morrerá. Pérola vai ficar em coma e quando acorda será chamada de Eva, porque no acidente as bolsas com os documentos das duas são trocadas. Assim, ela assume a identidade da amiga para poder criar o filho que Eva teve enquanto estudava no colégio. Ela vira mãe do menino e Eva aparece sempre para ela em forma de anjinho e diz: "Não o abandone. Você vai ter que ficar com o nosso filho". Na verdade, a Pérola vira a Eva, abandonada por uma família que não a amava. No meio da trama ela se envolve com o pai do filho de Eva. Pérola viverá momentos de amor, alegria e drama com o Tomás (Dalton Vigh). Durante um tempo ela perderá a guarda do nenê (Giovanne Pavarela) para ele, que é o pai biológico.

AE - Quais foram suas transformações para se adaptar ao personagem?

PS - Depois que a Pérola-Eva perde a guarda do menino, ela se transforma em babá. Fiquei irreconhecível. Minha tia (Dra. Fernanda Renaux), que é dentista, fez uma dentadura que encaixou certinho nos meus dentes. Coloquei lentes azuis, peruca loira e enxertos nos seios e na bunda para engordar. Até pensei que o nenê fosse estranhar, mas minhas melhores cenas foram essas da babá. O menino - que é uma fofura - ficava tocando nos meus cabelos. Parece que ele gostou...

AE - E você, do que mais gostou?

PS - Esse papel me dá oportunidade de abusar do humor, embora tenha momentos bem dramáticos. O que eu curto é a possibilidade de trabalhar várias facetas. Às vezes, ela é infantil, madura e malandra, outras vezes, como a que se transformará na presidente da empresa da família de Eva, é muito esperta. Gosto dela porque não é tão linear.

AE - Você parou no segundo ano da faculdade de Cinema por causa do excesso de trabalho. Dá tempo de conciliar a função de apresentadora com a de atriz?

PS - Quando surgiu o "Walking Show" eu estava afastada das novelas. Quando surgiu "Pérola Negra" eu só aceitei com a condição de continuar o programa. Gravo no SBT das 11 às 20h30 e encaixo a gravação do "Walking" pela manhã ou à noite.

AE - É mais difícil ser apresentadora?

PS - No início eu estava insegura. Mas depois que entrevistei pessoas importantes como Raul Cortez, Marília Gabriela e Antônio Ermírio de Moraes, ganhei segurança. Claro que não sou nenhuma "intelectualóide", mas gostaram de minhas entrevistas. E também é óbvio que tem dia que a entrevista não fica dez (risos).

AE - E o amor? É verdade que você e Tony Kanaan (piloto de Fórmula Indy) vão se casar em breve?

PS - Não está nada certo. Namoramos há quatro meses e a gente até comenta sobre isso. As pessoas estão botando a carroça na frente do cavalo. A gente se gosta muito, mas não falamos em casamento ainda. Acho que ele é o homem da minha vida, mas não tem nada certo ainda.

AE - Quais são seus projetos para este ano?

PS - Assim que acabar "Pérola Negra" e "Walking Show" - porque não renovei contrato com o programa - vou viajar para descansar. Ficarei com o Tony durante umas três ou cinco corridas. Estou cansada e preciso me revigorar... (risos)